O bicho da goiaba

16 dez • Notas1 comentário em O bicho da goiaba

goiabas

Não existe goiaba sem bicho, vocês sabem. Não adianta ela ser do seu quintal ou do seu sítio, que o famoso bicho da goiaba, aquele vermezinho branco, entra sem pedir licença. Entra até nas verdes. Porém, e sempre tem um, há uma variedade desta fruta que o maldito não consegue entrar. São aqueles goiabas bem verdes que se encontra nos supermercados.

São frutas geneticamente modificadas, transgênicas, essa coisa que a direita mundial criou para ferrar com o proletariado. E elas foram inventadas, por assim dizer, exatamente para evitar a invasão do maldito bicho da goiaba. Ele não entra, é duro demais. Então quando alguém lhe oferece uma goiabada pergunte se é de fruto transgênico. Se não for, se ele disser que é fruta do pé, não compre. A não ser que você goste de uma proteína diferenciada.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

One Response to O bicho da goiaba

  1. Paulo Andrade disse:

    Não existe goiaba transgênica. Estude antes de informar errado. Bom Natal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »