• Publicado por: • 5 abr • Publicado em: Caso do Dia, Notas

    A FIM de ampliar as ações de apoio aos caminhoneiros nas rodovias sob sua administração, a partir desta segunda-feira (06), a CCR ViaSul, em parceria com o Posto Rota 80, no km 80 da Freeway (sentido litoral), distribuirá, diariamente, 100 vales-refeição.

    600x90

    ALGUNS  médicos diretamente envolvidos na pandemia acham que, mesmo considerando o isolamento, a essa altura do jogo, o número de casos e óbitos deveria ser maior em Porto Alegre.

    SICREDI lançou um espaço exclusivo para podcasts sobre o atual cenário econômico. O conteúdo “Análise do Dia – Um Podcast do Sicredi” é comandado pelo economista-chefe da instituição, Pedro Ramos. Os podcasts são divulgados à noite, de segunda a sexta-feira, no site do Sicredi: www.sicredi.com.br/economia.

    Publicado por: Nenhum comentário em

  • Secos e molhados

    Publicado por: • 4 abr • Publicado em: Caso do Dia, Notas

    Especialistas em migalhas I

    Se os candidatos ou pretendentes a algum cargo eletivo  como as prefeituras, ainda tiverem a mesma disposição de concorrer estamos na frente de um mártir ou de alguém que não lê jornal e que não tem a mínima noção sobre finanças públicas. Aliás é uma das sentidas ausências de políticos em geral.

    Especialistas em migalhas II

    O  certo é que muitos pré-candidatos devem estar reavaliando sua pretensão. Com as despesas enormes – por causa da pandemia, falta ou redução drástica de repasses do Governo do Estado e da União – mais a queda de arrecadação, o futuro prefeito será um  mero administrador de migalhas.

    Meio a meio

    Em algumas rede de televisão, o noticiário dedica metade do tempo para sentar o cacete em Bolsonaro e a outra metade para o coronanavírus.

    600x90

    Publicado por: Nenhum comentário em Secos e molhados

  • O naufrágio da banda

    Violinist vintage drawing

    Publicado por: • 3 abr • Publicado em: A Vida como ela foi

    A Vida Como Ela É
    Nunca antes os motoboys tiveram tanto trabalho e dinheiro. Todo mundo pede comida em casa. Operações de alimentos  congelados também não dão conta da demanda. As mais conhecidas chegam a levar mais de uma semana para entregar o pedido.

    Um motoboy veio ao prédio entregar documentos que eu deveria assinar. Perguntei a ele se estava faturando muito. Resposta:

    – Doutor, estou como a banda do Titanic. O navio afunda, mas ela segue tocando.

    Imagem: Freepik 

    Publicado por: Nenhum comentário em O naufrágio da banda

  • Diário da peste

    Publicado por: • 3 abr • Publicado em: Caso do Dia, Notas

    A GRIPE  A1N1 matou 780 pessoas no Brasil, no ano passado, mais que o Covid-19 até agora. Durante a pandemia, foram registrados 2.060 óbitos pelo vírus Influenza no Brasil, em 2009. Quem comandou as ações foi o ex-ministro e médico Osmar Terra. A taxa de letalidade era muito maior, em torno de 10% em geral.

    A VACINA surgiu rapidamente porque era o vírus modificado da influenza, velha conhecida da medicina. Por isso vai demorar a vacina do corona. Agora, imaginem, se no tempo da H1N1, existissem tantas pessoas quanto hoje nas redes sociais, o barulho que iriam causar. Tudo que ajuda também pode prejudicar. Esse é o carma da humanidade. Os antigos, especialmente os orientais, já falavam isso.

    MINHA visão sobre o tempo que estamos vivendo é que, tanto os médicos quanto os agentes de comunicação, estão vendo a doença com binóculos, com pouca ou nenhuma visão lateral, do conjunto. Para complicar, ninguém abre mão das suas crenças. Mesmo se o vírus recombinar, estarão vendo o original de fábrica e não carro depois de ter rodado bastante.

    ISSO pode desencadear uma visão esquizofrênica do drama e do seu ator principal. Por mais zilhões de modelos matemáticos que usem, nenhum deles utiliza o imponderável na equação. E  nem poderiam, porque aí já seria o ponderável. Em resumo, falta o conhecido não contavam com minha astúcia.

    OUÇAM o que diz o médico Fernando Lucchese, diretor da Santa Casa de Porto Alegre. Dez em cada dez gaúchos sabem quem ele é.

    NUNCA na sua história o Brasil viveu tempos tão esquisitos. Não só com o vírus, mas pelo comportamento ilógico da sua população. Dá para dizer que enlouquecemos de vez, e em tempo real.

    PARA completar a desgraça, a Santa Inquisição está de volta. Basta não concordar com a gaiola dos loucos para ser linchado. Em breve, queimado vivo. Porque você é o coronavírus.

    CASO se mantenha lúcido, tome cuidado. Em terra de cego, quem tem um olho é expulso.

    Publicado por: Nenhum comentário em Diário da peste

  • Pensamento do Dias

    Publicado por: • 3 abr • Publicado em: Notas

    Ao assistir os telejornais, cada vez mais me convenço de que foi o Bolsonaro quem trouxe o vírus da China.

    Publicado por: Nenhum comentário em Pensamento do Dias