A longa viagem

6 jan • NotasNenhum comentário em A longa viagem

Nem lembro mais o motivo, mas certa vez tive que levar (ou trazer) uma melancia do IAPI até a rua Álvaro Chaves, perto da Igreja São Pedro. O ônibus da empresa Bianchi estava lotadíssimo e eu de pé carregando aquela coisa despertou em mim um instinto assassino. Quando eu crescesse, jurei, seria serial killer de melancias. Suando muito e com o braço dormente, cheguei ao meu destino. Mas nem sob tortura carrego essa fruta por mais de meio metro.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »