Os iletrados

22 out • Usos & Costumes1 comentário em Os iletrados

os iletrados

Se considerarmos a capacidade de alguém se comunicar em letra cursiva, o número de analfabetos funcionais no Brasil dá um salto, e olha que já são em torno de 70%. Com efeito, ninguém escreve nem mais bilhete manuscrito para a namorada. É tudo na máquina seja qual ela for. Só resta saber escrever a única coisa que ninguém pode tirar de você, o nome, mas até isso já começa a ficar raro.

Firulas biométricas

Em um futuro bem próximo, as senhas, reconhecimentos faciais, digitais e outras firulas biométricas substituirão tanto a esferográfica BIC quanto a mais refinada caneta Mont Blanc. Então os que hoje escrevem de forma cada vez mais ilegível devido à falta de prática na escrita cursiva nem o nome mais assinarão. E se não precisa nem disso, precisa do que mais?

Segredo total

Não faz muito falávamos que o fulano de tal tinha letra de médico, difícil de decifrar. Hoje todo mundo é médico. Aliás, quando se falava que a caligrafia do fulano de tal era ruim dizia-se que, só ele e Deus entendiam o escrito; minutos depois, só Deus; um pouco mais, nem Ele decifra.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

One Response to Os iletrados

  1. Fausto Leão disse:

    Albrecht,
    Nem as proposituras de ações e nem as sentenças são assinadas fisicamente, pois tanto os advogados, procuradores, juízes e desembargadores “assinam” digitalmente. Então, penso que não demora muito e desaparecerá a escrita, seja cursiva ou não. Um abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »