Tragicomédia em um ato

30 nov • NotasNenhum comentário em Tragicomédia em um ato

 Outro dia, vi uma senhora apontando o dedo para um sem-teto em boas condições de temperatura e pressão deitado debaixo de uma marquise.

 – O senhor é jovem e forte, não tem vergonha de esmolar?

 O cara deu um gole na garrafa de Coca cheia de canha.

 – Vergonha eu tenho, minha senhora, não tenho é dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »