As especialistas

29 set • A Vida como ela foiNenhum comentário em As especialistas

 Há muitos anos, em uma galáxia bem distante, a dona de casa que aqui chamaríamos de casa de garotas de programa viu-se às voltas com problema de alvará. Havia mudado a legislação, e o estabelecimento, muito famoso, não se enquadrava nas novas regras. Por indicação de amigos, buscou ajuda de alto funcionário da pasta, que expedia esta documentação. Imagina o desemprego se a casa fechar, reforçou ela.

 Com a maior boa vontade, o burocrata ensinou o mapa da mina e ensinou o caminho da obtenção do alvará, garantindo ainda um trâmite rápido que, na nossa galáxia, chamamos “para ontem”. “Ontem” mesmo veio o documento. Assim que recebeu o alvará, a madame foi ao gabinete dele para agradecer. Tão logo sentou-se na cadeira, pediu uma folha de papel em branco. Rabiscou duas frases e o entregou ao homem público:

 “Vale uma cerveja.”

 “Vale um programa.”

 Encabulado, o bom homem, já não tão moço assim, deu a resposta ao gentil oferecimento.

 – Muito grato, aceito a primeira parte, mas preciso dizer que tenho dúvidas quanto à segunda parte.

 A tia, vamos chamá-la assim, apertou a mão dele, pegou a bolsa e saiu do gabinete. Já na porta, voltou-se para o benfeitor.

 – Não se preocupe quanto à segunda parte. A garota que receber o meu vale já sabe como tratar o senhor.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »