Sobe e desce 

15 dez • A Vida como ela foiNenhum comentário em Sobe e desce 

Nesta época de demissões generalizadas, nunca esqueço de uma frase que ouvi do publicitário Hugo Hoffmann, nos anos 1970. No início da década, a Mercur Publicidade era a que melhor pagava, embora não fosse a maior agência do mercado gaúcho. Numa roda de papo no almoço, alguém comentou que uma agência paulista estava de olho em uma congênere gaúcha. Ela tem muito patrimônio, disse o interlocutor. Hoffman riu e apontou para o corredor do prédio, na rua Vigário José Inácio, Centro de Porto Alegre.

– O maior patrimônio que eu tenho sobe e desce todos os dias naquele elevador.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »