Pó orgânico

27 jul • Caso do DiaNenhum comentário em Pó orgânico

Fernando Albrecht afirma que logo, logo, o tráfico vai vender pó orgânico

A crendice popular reza que todo mundo, por malvado que seja o indivíduo, tem um lado bom. Comecei a acreditar nessa história quando soube que a polícia carioca apreendeu papelotes de cocaína com o logotipo da Olimpíada 2016, a “marca” do distribuidor “5 Bocas” e logo abaixo a inscrição “Não use perto de crianças”.

Está aí a prova. O tráfico é bondoso, ele e seu exército. Como fiquei enternecido com esta recomendação final. É claro que sempre tem um que até vende drogas para a criançada, mas deve ser minoria. E são patrióticos também, estampando o logo dos jogos olímpicos. Vou mais longe: não me surpreenderia se este ativo segmento da economia recolhesse um porcentual dos seus ganhos para entidades beneficentes.

O próximo passo será incluir nos papelotes a inscrição “Não contém glúten”, e o produto – premium – com a declaração que a planta que deu origem ao pé é orgânica, que não foram usados pesticidas nem adubos, além de estampar que tem ISO 9001 até 9855, já perdi a conta de quantas normas existem, o que denotaria uma alta responsabilidade ambiental e respeito aos consumidores. Também não me surpreenderia se as empresas do tráfico, por assim dizer, passassem a divulgar o balanço social.

A humanidade é boa, incréus, vocês é que são cegos.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »