• Não vem que não tem

    Publicado por: • 7 dez • Publicado em: Caso do Dia

       Pela primeira vez em cinco anos, encolheu a geração de jovens “nem, nem, nem” (nem estuda, nem trabalha e nem procura emprego), segundo matéria da Folha de S. Paulo com dados do IBGE. Compreende jovens entre 15 e 29 anos. Não é pouca gente, eram 6,8 milhões no ano passado.

       É fácil de entender. Com o encolhimento da renda familiar, surgiu a frase fatal que parte da juventude abomina: te vira e vai trabalhar. E aí vem o verdadeiro drama, a falta da qualificação aliada à baixa escolarização. Tirando empacotador de supermercado ou empregos assemelhados, vai ser triste o futuro dessa gente toda.

       É aquela coisa da cigarra e da formiga. Já disse e repito, um dos nossos maiores problemas é o baixo interesse pela qualificação profissional. Deu pro funk, pra cerveja e pro tênis novo, tá bom. Na outra ponta, o papai paga. Pagava.

    Publicado por: Nenhum comentário em Não vem que não tem

  • O caso das duas mães

    Publicado por: • 7 dez • Publicado em: A Vida como ela foi

      O João Nadir soube que um velho conhecido tinha morrido. Homem de respeito, amigo dos seus amigos, uma joia de pessoa, contou ele falando o dialeto uruguaiananês mesmo tendo saído da cidade da fronteira há mais de 30 anos. O finado era daqueles que se desdobrava para ajudar os outros, portanto, todo mundo pranteou sua ida para a cobertura.

       O porém de sempre é que a família descobriu que ele tinha e mantinha uma rapariga desde sempre, segredo muito bem guardado, coisa difícil. Dias depois do acontecido, João Nadir encontrou o filho dele.

        – Veja só, meu caro, depois que papai morreu descobri que tenho duas mães – falou ele em tom ácido. –  Isso é coisa que se faça com um vivente?

       João Nadir entrou de sola.

       – Tens que levar pelo lado positivo. Veja só: tem tanta gente desesperado por não ter mãe e tu tens duas!

       Num primeiro momento o outro fez aquela cara de “não acredito!”. Depois mudou de assunto, o felizardo, segundo o doutor Pangloss na Fronteira.

     

    Publicado por: Nenhum comentário em O caso das duas mães

  • O seu Zica

    Publicado por: • 7 dez • Publicado em: Notas

    O vírus ZKV, que aqui foi aportuguesado para Zica, tem a mesma origem do vírus da Aids. Também veio da África, e a transmissão inicial se dava por macacos e aves. E o transmissor é o desgraçado do aedes aegypti. Incrível como a sétima maior economia do planeta não consegue derrotar um mosquito.

    Publicado por: Nenhum comentário em O seu Zica

  • A flor milagrosa 

    Fernando-Albrecht-diz -que-a-flor-de-Gerânio-ajuda-a-espantar-o-mosquito-que-transmite-dengue-e-zica-no-blog

    Publicado por: • 7 dez • Publicado em: Notas

    Enquanto o milagre não vem, plante gerânios na sua casa, especialmente nas sacadas e janelas dos quartos, se der. Esta flor afasta mosquitos, assim como galhos amassados de cinamomo afastam moscas.

    Publicado por: Nenhum comentário em A flor milagrosa 

  • As larvas americanas…

    Publicado por: • 7 dez • Publicado em: Notas

    Já notaram como sacadas das casas na França têm muitos gerânios? É tradição antiga, ela afasta mosquitos. A história é muito boa. Quando a França era dona do hoje estado norte-americano de Louisiana, o vem-e-vai de mercadorias transportadas pelos veleiros carregavam larvas destes insetos.

    Publicado por: Nenhum comentário em As larvas americanas…