• Lula pedalada

    Publicado por: • 15 out • Publicado em: Notas

      Em uma reunião com a CUT, o ex-presidente Lula finalmente admitiu que houve sim pedaladas, mas, como sempre a esquerda não pode viver sem um “mas…”. Mas não foram pedaladas fiscais, foram pedaladas sociais, disse ele. Se ele fizesse um concurso para gestor público e dissesse isso não seria admitido nem como porteiro.

    Publicado por: Nenhum comentário em Lula pedalada

  • O mundo gira

    Publicado por: • 15 out • Publicado em: Notas

       O mundo corporativo precisa se reinventar na sua comunicação. Inclui as assessorias de imprensa próprias ou terceirizadas. Em tempos críticos como o que estamos vivendo e ainda viveremos, não dá mais para ficar mandando releases chochos e vazios embora cheios de palavrinhas. A linguagem é medonha.

    Publicado por: Nenhum comentário em O mundo gira

  • A porca da roda

    Publicado por: • 15 out • Publicado em: Notas

      O release é consequência de uma ação e não a ação. Ele é a porca que prende a roda. Eu nunca consegui entender como é que os empresários buscam as assessorias mais baratas e acham que isso resolve. O barato sai caro. A culpa não é delas. A culpa é de quem as contrata.

    Publicado por: Nenhum comentário em A porca da roda

  • Não tem solução

    Publicado por: • 15 out • Publicado em: Notas

      A maioria dos clubes sociais está cortando custos onde dá, extinguindo até serviços embutidos na mensalidade. Como no resto das empresas e serviços, quando a situação voltar ao normal nada voltará a ser como antes. A lei da gravidade aqui é ao contrário. Vide o preço dos combustíveis com o petróleo a preço de banana. Não tem solução, como canta Dick Farney:

     

    Publicado por: Nenhum comentário em Não tem solução

  • Os ricos…

    Publicado por: • 15 out • Publicado em: Notas

       Diretor brasileiro da Anheuser-Busch InBev NV, Carlos Brito, 55,  usa jeans comum e viaja na classe econômica, informa o UOL. Nenhuma novidade. Os muito ricos (exclua os novos ricos que nunca comeram mel antes) têm dois princípios básicos:

    1) não ostente;

    2) nunca gaste seu próprio dinheiro.

       Eles não são pão-duros porque são ricos, são ricos porque são pão-duros. Não usam nem “pães-duros”, é só um pão para não gastar.

    Publicado por: Nenhum comentário em Os ricos…