O gentil oferecimento

8 out • A Vida como ela foiNenhum comentário em O gentil oferecimento

Sapoti (1)

A cantora Ângela Maria, Abelim Maria da Cunha, faleceu dia 29 passado, aos 89 anos, quando ainda estava na ativa fazendo shows. Os necrológios escarafuncharam toda a vida dela desde que despontou com sua voz que alcançava várias oitavas até o reconhecimento. Na galeria das grandes cantoras, seu retrato está em lugar de destaque. Atualmente, ela não chamaria atenção, porque, sabemos todos, não se faz mais música brasileira, só grunhidos musicados, na maior parte.

A Sapoti, apelido que teria sido sapecado por Getúlio Vargas, era realmente travessa. Quando atingiu o ápice, nos anos 1950, e recebeu o cetro de Rainha do Rádio, permitiu-se relaxar e dar vazão à sua brejeirice. A foto, obtida nos estúdios da Rádio Nacional do Rio de Janeiro, hoje não chamaria atenção. Mas, na época, mostrar-se numa pose sensual e, como direi, convidativa para conhecer mais de perto o lado oculto da Lua, excitou nove entre dez garotos – o 10º estava com a mamã.

Por ser uma época em que o corpo era mais sugerido que mostrado, é que a libido vivia mais acesa que lamparina de santa.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »