O barulho do silêncio

18 nov • Caso do Dia, NotasNenhum comentário em O barulho do silêncio

A coisa mais importante na comunicação é ouvir o que não está sendo dito. A frase é de Peter Drucker (1909-2005) e encerra uma sabedoria imensa. Vale não só para as empresas – Drucker é considerado o pai da administração moderna de empresas -,  mas também e talvez principalmente para a imprensa em geral. E olha que o suíço Peter não pegou os caóticos tempos de hoje.

Ó QUE DELÍCIA…

Porto Alegre viveu dias de caos na quinta e sexta-feira passadas, especialmente na área central. Passeata dos professores, operação-padrão dos motoristas em apoio à extinção gradativa dos cobradores, azáfama para abastecer, calibrar e para sair da cidade no feriadão. Tudo piorado pela indisciplina dos motoristas e pedestres. E, claro, a absoluta ausência dos fiscais de trânsito para, pelo menos, impor algum respeito.

…DE CAOS

Como a Borges de Medeiros congestionou total entre a Salgado Filho e a Fernando Machado, algumas lotações com terminal na Borges de Medeiros entre a Salgado Filho e Rua da Praia passaram por cima do canteiro da Salgado rumando direto para a João Pessoa. Dispensaram o trecho intermediário via I Perimetral.

SINALEIRITE

Bem, tenho martelado com constância as mazelas do trânsito da Capital na pg3 do Jornal do Comércio, mas encontro ouvidos moucos. Quando surge algum problema, a EPTC bota sinaleira, então vivemos na Capital das Sinaleiras. A empresa já foi mais criativa.

É PRO FANTÁSTICO?

Se os veículos da RBS, em especial o jornal Zero Hora, publicam matéria crítica sobre problemas da cidade, assessorias tomam providências frenéticas e saem correndo para tomar providências. Isso inclui o pessoal do prefeito Nelson Marchezan Jr. Como no bordão dos caras do Casseta & Planeta. Tirou na casa grande, o resto é senzala.

GRANDE SACADA

O Grêmio e a Melnick Even anunciaram uma parceria inédita no país, o primeiro hotel temático do futebol no Brasil. Ficará na rua Dr. Timóteo, bairro Moinhos de Vento. Em algumas coisas, nós gaúchos somos realmente muito criativos.

PERCEPÇÕES

A rodada de novembro da pesquisa XP Ipespe mostra que a população se divide sobre a estabilidade do funcionalismo. Entre outros pontos, 46% dos entrevistados são contrários à demissão dos servidores públicos enquanto 41% são favoráveis. Chama atenção que a percepção da população entrevistada é que os servidores públicos trabalham menos (59%) e ganham mais (52%) do que os trabalhadores da iniciativa privada.

O POPULAR

Fiquei espantado com a popularidade de Dias Toffoli entre a baixa renda, até mesmo nos botecos do entorno dos terminais de ônibus na área central de Porto Alegre. Em rodinha de cafezinho ou de ceva há uma unanimidade espantosa quando alguém menciona o presidente do STF.  Ele e a família são constantemente lembrados nesses papos. E não elogiosamente, se alguém não captou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »