Nariz entupido

19 fev • A Vida como ela foiNenhum comentário em Nariz entupido

“…cavalo sente o cheio da égua no cio”

Casal de primos caminhava pelo pasto de uma fazenda, no Interior de Minas, até que viram um cavalo transando com uma égua, e a prima logo perguntou: – Primo, o que é aquilo? – Eles tão acasalando, sô! A égua tá no cio, o cavalo percebeu isso e tá mandano brasa!!! – Mas como é que o cavalo sabe que ela tá no cio, primo? – Aaha!, é que o cavalo sente o cheiro da égua no cio, sô! Passaram mais adiante, e tinha um bode transando com uma cabra, e a prima perguntou de novo, e o primo deu a mesma resposta. Mais na frente, lá estava um boi pegando uma vaca, e ela tornou a perguntar, e ele deu a mesma resposta: que o boi também sentia o cheiro da vaca no cio. Foi aí que a prima perguntou: – Ô primo, se eu preguntá uma coisa pr’ocê, ocê jura que num vai ficá chatiado? – Craro que não, prima! Ocê pode priguntá! – Ocê tá com o nariz tupido???

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »