Não há vagas…

18 jan • Notas1 comentário em Não há vagas…

imagem antiga de redação de jornal

Pouquíssimos dos trocentos mil jornalistas formados anualmente conseguiam uma vaga nas redações. A saída era fundar ou buscar uma vaga nas também trocentas mil assessorias de imprensa. Eu escrevi “conseguiam” porque agora a situação está pior. Catastrófica, na verdade. Os veículos estão como os programas de desinvestimento.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

One Response to Não há vagas…

  1. ademir elias disse:

    Prezado Fernando o número de jornalistas era grande pelo que se vê na foto, mas, erravam muito. Ao lado de cada escrivaninha (era este o nome da mesa) tem uma lixeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »