As bobagens pensadas

28 nov • A Vida como ela foiNenhum comentário em As bobagens pensadas

 As emissoras argentinas tinham sinal mais forte para “abafar” as nossas por conta da rivalidade com o Brasil e temor de invasão, vejam só. Por isso, que a bitola dos trilhos brasileiro é de 1 metro e os das argentinas bem maior, 1,20m. Fez toda a diferença quando começou essa bobagem de invasão – o Brasil temia que comboios ferroviários lotados de tropas do exército argentino nos invadissem pelo Rio Grande do Sul. Com a bitola deles era mais larga, 1m20cm, construíram as nossas ferrovias com 1m de bitola. Resultado: as locomotivas mal podiam superar os 80 K/h na maioria dos trechos.

 É outra convicção que tenho. A humanidade, principalmente a humanidade brasileira, comete três erros para cada acerto. E erros-bobagem. Por isso, estamos nesta situação. E nunca é bobagem de improviso, é bobagem pensada.

 Quem curte trens e seu glorioso passado, aqui vai o link de uma música composta pelo advogado Alvandy Rodrigues, À Espera de um Trem”: http://ow.ly/bQE730gQIRz

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »