A terra, a baunilha e as uvas

26 jan • A Vida como ela foiNenhum comentário em A terra, a baunilha e as uvas

Há muito tempo, li sobre os cheiros (bons) mais lembrados em todo mundo. Eram cinco, e ao que me lembre era cheiro de terra molhada, café, e acho que perfume das rosas. Os demais não guardei. Fecho com os três, mas eu incluiria pelo menos baunilha e pão saindo do forno. Ocorre que limitar a cinco os cheiros mais lembrados é asfixiar nossa memória olfativa.

Depende de cada país, mas a aproximação do mar e o cheiro característico da maresia está entre minhas boas lembranças, como o cheiro das sacolas de vime ofertadas nas lojas da Tramandaí da minha infância e  juventude. E como não gostar de baunilha, minha favorita?

Anos mais tarde, veio o cheiro de lança-perfume no ar, uma coisa mágica que menos se cheirava e mais se lançava nas costas suadas das garotas. Pelo menos deixei de ganhar uma namorada por causa disso. Era baile de Carnaval de clube social. A dona daquelas costas se virou indignada e, dedo em riste, falou que podia pegar pneumonia com o jato de éter.

Lá se foi um belo namoro. Pensando bem, ela tinha as pernas muito  finas, não perdi grande coisa. Foi mais ou menos o que disse a raposa quando não conseguiu pegar as uvas.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »