O mergulho

1 dez • A Vida como ela foiNenhum comentário em O mergulho

 Todo mundo estava lá, autoridades, lideranças municipais e regionais, o vigário, mais um represente do Arcebispo. Todos para prestigiar a inauguração de uma barragem na Serra, nos anos 1950. A rádio local colocou alto falantes em todo o perímetro. Foguetório atordoante adrede preparado. Microfone posto no alto da barragem, o prefeito tirou meio quilo de folhas de ofício cheias de palavras do discurso que faria.

 No preciso momento em que o alcaide falou “senhores e senhoras”, sua dentadura voou e submergiu na água mais rápido do que um mergulhão. Boca murcha, o prefeito chegou ainda mais perto do microfone. O que ele falou foi ouvido por todos que tinham rádio mais a grande quantidade de pessoas que foram prestigiar o acontecimento.

 – Efa não! Efazia a represa!

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »