Segundos de glória

7 jul • Caso do DiaNenhum comentário em Segundos de glória

Fernando Albrecht fala sobre o forte treinamento em esportes olímpicos ára segundos de glória

Ouvi de uma fisioterapeuta, encarregada de cuidar de garotas que praticam ginástica rítmica, que boa parte tem fissuras nas vértebras ou espinha em geral, para me fazer entender, que é um esporte ou uma atividade física que exige muito esforço e que muitas garotas ultrapassam o limite de segurança. Vejo isso também na musculação do meu clube, aqueles caras que fazem esforço sobre-humano para ganhar milímetros de musculatura.

Nesse estágio, para mim, já virou doença, principalmente quando usam anabolizantes. Parênteses: quando é mulher que usa, a pele exala um cheiro ruim pra caramba. A musculação exagerada é a bulimia ao contrário. Agora peguem as atletas de modalidades olímpicas. Uma vida de treinamento massacrante e de dores violentíssimas, sem tempo nem mesmo para curtir a vida. Tudo por alguns segundos de glória no pódio ou meses de amargura adicional quando não conseguem a medalha. Não raro, até bronze dá depressão.

Certa vez, li uma entrevista do treinador da ginasta romena Nadia Comaneci, que em 1976 ganhou mais ouros do que o estoque de Fort Knox. A repórter perguntou a ele qual era a meta que exigia da sua pupila. Ele então respondeu com uma frase que precisa ser entendida no contexto.

– Fica no ar sempre.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »