Segundo idioma

5 jan • Caso do Dia, NotasNenhum comentário em Segundo idioma

É FATO que saber um segundo idioma auxilia na imersão em novas culturas e garante um crescimento pessoal e profissional de destaque. Mais ainda, contribui para o desenvolvimento das habilidades e competências necessárias ao cidadão do século XXI, como criatividade, comunicação e liderança. Mas qual o melhor momento para se aprender uma nova língua? De acordo com o Massachusetts Institute of Technology (MIT), o ideal seria começar a estudar pelo menos até os 10 anos de idade.

Aprender um novo IDIOMA requer determinação e dedicação para alcançar a fluência. Começar desde a infância facilita o aprendizado, uma vez que é nessa fase que o cérebro se desenvolve mais rapidamente. A coordenadora de Ensino Bilíngue do Colégio Objetivo Brasília DF, Cybelle Moura, ressalta que quanto mais cedo a criança é exposta a novos idiomas, melhor e mais ampla será a aprendizagem. “Portanto, a infância, fase marcada pela curiosidade e pela descoberta, é o melhor momento para se iniciar a aprendizagem de idiomas”.

Banner-600x90

Em sua tese de doutorado pela USP, a psicóloga Elizabete Flory constatou que crianças são perfeitamente capazes de aprender duas línguas sem qualquer sobrecarga intelectual. Assim, elas não apenas distinguem os dois idiomas, mas também podem apresentar vantagens cognitivas, como consciência metalinguística e antecipação do pensamento.

INSTITUTO do Cérebro do Rio Grande do Sul (Inscer) seleciona pessoas com 65 anos ou mais para participar de forma voluntária de um estudo sobre os mecanismos da memória. A pesquisa é realizada em três etapas: primeiro, a equipe do Inscer entra em contato por telefone e faz perguntas gerais sobre a saúde. Após, é realizada uma avaliação cognitiva individual no Instituto. Por último, alguns participantes são selecionados para os exames de imagem. Para participar, é preciso entrar em contato pelo e-mail memoriapucrs@gmail.com.

MINISTÉRIO Público do Trabalho (MPT) divulgou, nesta quinta-feira (2), a lista das inscrições deferidas para o concurso de procurador e procuradora do Trabalho. Foram, ao todo, 5.646 inscrições válidas, entre as quais 756 isentas de taxa. Entre os candidatos, 1.115 são negros e 162 são pessoas com deficiência (PcD). A lista de inscrições deferidas pode ser acessada na página do concurso. Para participar, os candidatos devem possuir curso superior em Direito e no mínimo três anos de exercício na atividade jurídica depois de concluída a graduação até a data da inscrição.

ADMINISTRAÇÃO Municipal de Nova Petrópolis (RS), por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, encaminhou projeto de Lei que procede alterações pontuais no Código Tributário Municipal a fim de contemplar, de forma mais específica e clara, a atividade das agroindústrias. A proposição teve aprovação unânime dos vereadores na sessão de 17 de dezembro de 2019.

A Lei, que entrará em vigor a partir de março de 2020, versa sobre TRIBUTAÇÃO de agroindústrias e tem o objetivo de regularizar as agroindústrias familiares de pequeno porte. As adequações consistem na isenção das taxas de licenciamento e vistoria de localização e funcionamento destes estabelecimentos, bem como, na fixação de valores da taxa de fiscalização sanitária e de ISS, na proporção de 40% do valores previstos para as demais atividades industriais, como é caso das taxas de aprovação de projeto, construção, reconstrução, reforma ou demolição de prédios, habite-se e numeração de prédio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »