Os sete pecados capitais – A ira

24 jan • A Vida como ela foiNenhum comentário em Os sete pecados capitais – A ira

 Business Woman getting crazy with of her laptop.

A Ira é o intenso e descontrolado sentimento de raiva, ódio, rancor que pode ou não gerar sentimento de vingança. É um sentimento mental que conflita o agente causador da ira e o irado. O meia-roda do trânsito, por exemplo, é causador deste sentimento. Quem não aciona a seta também.

 A ira torna a pessoa furiosa e descontrolada com o desejo de destruir aquilo que provocou sua ira. Pode atacar alguém que viu o preço da gasolina subir pela terceira vez em um mês. A ira não atenta apenas contra os outros, mas se volta contra aquele que deixa o ódio plantar sementes em seu coração. Meio kitsch, mas é verdade. Parece uma fala de novela.

 Dispensa maiores acréscimos, não é mesmo? O quarto pecado capital é presente até em tempos bíblicos. Lembra do Noé? Tomou um porre de vinho e ficou irado quando soube, em plena ressaca, que seus pimpolhos caçoaram dele. Acho que depois exageraram na dose, porque conheço um programa no Discovery que se chama “carros irados”. Mas até os automóveis, sô?

 Minha primeira visão da ira foi quando escrevi atrás do quadro negro da sala de aula que o professor, o Irmão Ratinho, era muito ruim. Rapaz, como ele ficou irado! Mais pelo Ratinho que pela má fama como educador.

Foto: Freepik

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »