Os incendiários

26 mai • NotasNenhum comentário em Os incendiários

 Lembra um certo país europeu nos anos 1930, quando iletrados fanáticos queimavam pilhas de livros insuflados pelo regime. Um dos líderes até disse que “quando ouço falar em cultura me dá vontade de puxar o revólver”. Do jeito que vai, chegaremos lá. Quanto à depredação de prédios públicos em Brasília, existe uma palavra em alemão, Schadenfreude que resume a ópera: a alegria pela destruição.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »