O verdadeiro 7 de Setembro

10 set • A Vida como ela foiNenhum comentário em O verdadeiro 7 de Setembro

7 de sertembro

O Sete de Setembro comemorado sexta-feira não foi festejado. Nem sobrevoo de caças da FAB houve em Porto Alegre,  pelo menos não vi nem ouvi. Como era diferente em épocas anteriores, quando a data eletrizava a população e principalmente a estudantada. Qualquer cidade do interior se mobilizava. Semanas antes, fazíamos treinos para o desfile ao som de uma banda marcial, pequena que fosse. A do grupo Escolar de São Vendelino tinha três integrantes, um bumbo, um tarol e uma caixa. E deu.

No Ginásio São João Batista, de Montenegro, eram seis. Depois que me formei passou para nove. Também treinávamos semanas antes para não errar o passo.  No dia do desfile, os tênis tinham que ser imaculadamente brancos, calçados na hora do desfile para não sujá-los. Peito para a frente, cabeça erguida, pisar resoluto. Com que orgulho a gente passava sabendo que o pai e a mãe estavam nos olhando.

Anos mais tarde, quando voava no Aeroclube de Montenegro, era também com orgulho que sobrevoava o desfile, a baixa altura, com o limitado CAP4 de 65 cavalos, com a bandeira do Brasil presa embaixo da fuselagem.

Acabou. O sentimento de Nação acabou. Talvez explique, em boa parte, por que estamos em coma profundo e não mais deitados em berço esplêndido. Hino Nacional é só em jogos da seleção, que ironia.

Saudades do meu tênis imaculadamente branco. E do orgulho que eu sentia por ser brasileiro.

Imagem: Freepik

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »