O vale do silício

30 out • A Vida como ela foiNenhum comentário em O vale do silício

Alguém aí falou que adora a rua Padre Chagas como eu, o nosso Vale do Silicone. Eu reconheço silicone de longe, mas em respeito às implantadas as dicas só serão reveladas 50 anos depois de eu cavalgar nas Grandes Pradarias. Dica para reconhecer: brilho/contraste. E mais não digo porque fiz voto de silêncio, como os monges trapistas. Embora à meia-boca, porque ainda não larguei de vez Satanás, suas pompas e suas obras.

Até queria, porque quando ele apareceu na Encruzilhada do Sul eu apontei com o indicador para ele e gritei três vezes “Vade Retro!”. Sabem o que ele fez? Quebrou meu dedo. Desde então antes de apontá-lo para alguém, olho bem para ver se não sai fumacinha do cabelo do cara ou tem duas guampinhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »