O ovo, arma de destruição em massa

22 ago • Caso do DiaNenhum comentário em O ovo, arma de destruição em massa

círculo formado por ovos e um ovo aberto ao meio.

 É a evolução natural dos atentados contra quem não pensa como a gente neste Brasil querido. O projetil ovo começou a ser usado há décadas, mas eram iniciativas isoladas. Era gente adiante do seu tempo. Agora, como vocês sabem, a esquerda deu para alvejar os candidatos imperialistas e reacionários com o mais nobre produto da galinha, irando a coxinha. Esta, a esquerda adora comer em dia de protesto.

 As entidades ligadas à avicultura dizem que o brasileiro come pouco ovo em relação a outros países, no que eu concordo, e pregam mais consumo dessa rica fonte de proteína. Então aí está a salvação do ovo. Se cada militante de esquerda jogar um ovo por dia que seja vai dar um baita incremento na produção, mas vou além. Prego a ovada também pelos militantes liberais, tucanos e outros fora da esquerda. Lei do Talião, dente por dente, ovo por ovo. Quem com ovo fere, com ovo será ferido. A assessoria do prefeito paulistano João Dória e o governador paulista Geraldo Alckmin, os mártires da ovada 2017, devem municiar os seus chefes com o mesmo produto galináceo. Levou ovada, devolve com ovada, extensível à militância tucana e liberal.

 As academias de tiro ao alvo poderiam incluir o tiro do ovo, um curso relativamente barato. Os snipers do ovo. Com o tempo, chegaremos aos homens-ovo, mártires guevarianos, lulistas e dilmistas que carregarão cintos cheios de ovos podres, que vem a ser uma arma de destruição em massa. A estes heroicos combatentes está reservado um lugar no Paraíso Estrelado, e chegarão lá sem o cheiro fétido das suas bombas-ovos podres.

 Na pior das hipóteses, será a salvação dos aviários e as das lavanderias.

Foto: Freepik

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »