O cotovelo Bombril

20 mai • Caso do DiaNenhum comentário em O cotovelo Bombril

Ouço mais uma vez que a melhor maneira de evitar a propagação de gripe é tossir ou espirrar no cotovelo. Na parte interna, evidentemente. Com isso, o cotovelo é cada vez mais um Bombril, com 1001 utilidades. A saber:

Primeiro, ele é uma dobradiça orgânica e por isso muito usado no futebol. E se ele não existisse, imagina você – com o braço esticado – tentando ver as horas. Além disso, quando alguém fala demais, diz-se que ele fala pelos cotovelos; quando alguém tem inveja de você, esse alguém está com dor de cotovelo.

Sem ele, não poderíamos jogar basquete, vôlei, lutar box etc. Nem mesmo daria para fazer flexões e, evidentemente, sexo papai-mamãe nem pensar. Nem mesmo fazer a clássica figa, sem falar que cortar unhas seria missão impossível. O lado bom é que sem ele não haveria pistoleiros nem coldres.

Agora me digam se estou certo ou errado em classificar o cotovelo como a parte mais importante do corpo humano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »