Eu gosto de ser ET

9 abr • Caso do DiaNenhum comentário em Eu gosto de ser ET

Nestas quase três semanas de prisão domiciliar, tenho visto coisas no meu planeta que, se eu contasse, ninguém acreditaria. Não dou a localização porque tenho medo que inventem de copiar a legislação penal e a política brasileira. Mas as  coisas que eu vi, valha-nos o Deus de Alfa Centauro. Dou um desconto porque os caras da TV ficaram 8 horas falando a mesma coisa, com a mesma imagem do sindicato onde estava Lula. Onde estão o direitos humanos numa hora dessa? O que é o estudo… Ficar dois dias matraqueado sobre o mesmo assunto. O cérebro humano (ou sua falta) realmente impressionam os colegas ETs.

Informações

Levaram duas horas par descobrir que o avião turboélice monomotor era Cessna Grand Caravan, mas não disseram que pousa em qualquer terreno e é usado em regiões remotas como o Alasca, por exemplo. Treinam, pelo menos, mas não conseguem fugir do  vovô-viu-a-uva.

Amadorismo

O espetáculo em si foi um festival de amadorismo de parte do núcleo duro de Lula. Ele mesmo parecia estar confuso. E reitero ao que publiquei no Face, seu discurso descabelado dá sinais de descontrole emocional. Naturalmente, sou fascista por ter levantado a hipótese. Seita é fogo.

Desafio

A palavra é um insumo barato e, por isso, os humanos a usam em excesso. Parole, parole, parole. Para quem tem um vocabulário limitado e estoque de não mais do que cem palavras é um desafio de continuísmo.

Incógnita

Quem será o substituto de Lula nas eleições, é uma incógnita. Boa parte dos petistas históricos estava longe de São Bernardo. O ex-governador baiano Jaques Wagner alegou  compromissos pré-agendados. Talvez tenham de forçar o surgimento de algum Nicolás Maduro, que fale a língua dos passarinhos. Neste a Venezuela é aqui.

Contas

Gostaria muito que levantassem os top ten em gastos dos advogados da turma da Lava Jato. Certamente, as contas do ex-presidente figurariam na lista.

Planeta

São algumas das impressões de um pobre ET, cuja nave fez um pouso de emergência aqui. Estou tal e qual Robinson Crusoé na sua ilha. Pior, não tenho nenhum Sexta-Feira para me ajudar a fazer uma jangada cósmica e me mudar desse planeta de vocês.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »