Cotidiano

2 abr • A Vida como ela foiNenhum comentário em Cotidiano

Hoje, a Vida não mais como ela foi, mas como ela é.

Da minha casa, dava para escutar o estresse nos prédios vizinhos.

Em um deles, uma mulher (bem próxima da loucura) gritava para as crianças, provavelmente, seu filhos:

– Carolina, tu pára quieta!

– José, cala a boca!

– Me deixem em paz!!!

Em outros apartamentos, algumas brigas de casal.

– Manuel, tu não serve nem para levar o cachorro na rua. Olha só o que ele fez na sala…

– Só eu que tenho de lavar a louça!

– Larga o meu celular!

Colaboração do Osni Machado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »