Companheiros de farra

16 jan • A Vida como ela foiNenhum comentário em  Companheiros de farra

 Por volta do início do milênio, uma liderança rural tentou, por várias vezes, que alta patente do governo se dignasse a lhe conceder uma audiência. Provavelmente, por não afinidade ideológica, por assim dizer, demorou quase o tempo da gestação de um rinoceronte branco, 18 meses. Quando finalmente seu pleito foi atendido, marcaram o encontro para a primeira hora da manhã. Quando o homem de campo entrou na sala de sua majestade, estavam lá fieis acólitos do governo. Antes que pudesse dizer bom-dia, o homem de governo falou.

 – Mas que cara é essa? Parece que o senhor saiu agora da Boate Gruta Azul…

 De bate-pronto, o visitante despejou a lata cheia de uma vez só.

 – Sim, eu saí meia hora depois do senhor.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »