Coitado do milionário

21 dez • NotasNenhum comentário em Coitado do milionário

 Certo sábado, estávamos eu e um grupo de jornalistas comendo uma feijoada no Hotel Laje de Pedra, em Canela, quando alguém alvitrou que o melhor dia da semana era a sexta-feira, pela perspectiva do final de semana e seus encantos. Todos foram unânimes na concordância, menos um que era milionário de nascença. Perguntei se ele não gostava das sextas. Com certa tristeza, explicou.

 – É que não posso sentir nada numa sexta simplesmente porque nunca trabalhei. Os dias são iguais para mim. Então invejo vocês por terem esse privilégio.

 Entreolhamo-nos e, miseravelmente, ficamos com pena do pobre milionário. Dinheiro compra tudo, menos a sensação das sextas-feiras.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »