A pompa e a circunstância

23 jan • A Vida como ela foiNenhum comentário em A pompa e a circunstância

 Quando Barack Obama era presidente, cada aparição pública de Michelle Obama, nos meios de comunicação, rendia US$ 14 milhões para os produtos que ela estivesse usando, segundo matéria do The New York Times. Cada vestido, colar, joia ou sapato que ela usasse dava uma bela turbinada na marca.

 No primeiro mandato, Michele usava vestidos comuns comprados na internet, depois rendeu-se à pompa e circunstância. Nenhuma surpresa. No passado, primeiras-damas faziam o mesmo. Scyla Médici e Iolanda Costa e Silva tinham seus estilistas e joalheiros fieis, que ficaram famosos. Ou mais famosos ainda.

 Até dona Dilma levou sua estilista, que obviamente deve ter aumentado consideravelmente a conta corrente da costureira em questão – elas detestam a expressão “costureira”. Se bem que é difícil terninho e casaco vermelho virar moda, mas não entre socialites, que têm dinheiro para comprar coisa mais chique.

 Lembro o terno jeans e botinhas de Leonel Brizola nos anos 80, que, de tão usados, levaram fotógrafos a pedir que ele mudasse a indumentária pelo amor de Deus. Na época, escrevi uma nota no Informe Especial e ele não gostou. Antes tivemos o uniforme cáqui do Jânio Quadros, aquela coisa meio de ginasiano dos anos 50.

 Acho que nenhum dos acima citados acertou a aparição antes com seu alfaiate, estilista ou joalheiro, tipo “eu boto isso, digo quem é que fez ou qual loja vendeu e fazemos o rachid, certo?”

 Mas é questão de tempo. Na marcha que vamos, não demora. De repente, terno de presidente vai ter mais reclame que macacão de piloto da F 1.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »