Aeroporto das Cobras

15 ago • NotasNenhum comentário em Aeroporto das Cobras

Para quem não conhece o Rio Grande do Sul, a uruguaia Rivera faz fronteira seca com a nossa Santana do Livramento, cujo aeroporto está desativado há pelo menos 35 anos. Na segunda metade da década de 1970, o jornal Folha da Manhã publicou matéria sobre o grande número de cobras que infestavam o aeroporto brasileiro, mais pista de pouso que aeroporto de verdade.

Falei com um dos comandantes queixosos na época, um piloto de táxi aéreo, que teve a desagradável surpresa de se deparar com uma cruzeira a bordo – tinha deixado a porta aberta. Cobras, sabemos nós, gostam – e precisam – do calor para recarregar as baterias. Essa cobra é tão venenosa que a gente da Fronteira diz que ela pica e logo sai de perto para a vítima não cair em cima dela.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »