Discurso desvirgulado

22 nov • Caso do DiaNenhum comentário em Discurso desvirgulado

 Um dos causos do poeta e músico paraibano Jessier Quirino citado na Frase do Dia é recusa de um caboclo em ser candidato laranja de coronel paraibano. A folhas tantas, ele se recusa porque, entre outras obrigações, teria que “fazer discurso desvirgulado e sem ponto final”. Não é só na paraíba não, aqui mesmo estamos cheios de artistas da oratório desvirgulado e sem ponto final.

 Adiante ele fala de outros problemas de um candidato, tais como segurar no colo um menino de “fundo cagado” e beber “uísque Drulis (sic) sem gelo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »