Uma lenda no Mercado

16 abr • A Vida como ela foiNenhum comentário em Uma lenda no Mercado

Meu nome é Zezinho, mas podem me chamar de o Último Samurai. Pelo menos de Bagé. É assim que o garçom do restaurante Gambrinus, do Mercado Público de Porto Alegre, gosta de se apresentar. Do alto dos seus impressionantes 1m60cm, segundo uma régua falsificada, Zezinho não aparenta a idade que tem, graças a uma mistura de raças que inclui leves traços japoneses, embora há quem diga que parece mais espanhol com  mouro.

Zezinho já foi garçom titular do famoso restaurante Tia Dulce, na avenida Independência. Palco de memoráveis madrugadas pregadas a uísque e sopa de cebola nas frívolas madrugadas invernais, entre os anos 60 e 80. Sabia tudo de toalhas brancas e cardápios coloridos, como também conhecia a vida pregressa dos frequentadores, especialmente dos alegres rapazes da banda. Quanto a esses detalhes, Zezinho é um túmulo. Nada a temer dele, portanto.

Afeiçoado a trocadilhos e minipiadas, o Último Samurai mistura chistes com os pratos que apregoa, como salada de batata com bacalhau.

     – O peixe é nacional, mas a batata é inglesa.

   Existiram e ainda existem tantos Zezinhos em Porto Alegre e poucos exemplares tiveram suas histórias preservadas em prosa ou verso. Pena.  Dariam um bom e grosso livro.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »