Um lobo na Free Way

11 nov • Caso do DiaNenhum comentário em Um lobo na Free Way

Hoje vai ser mais um dia daqueles. Chato. Essa mania de invadir prédios, colégios e universidades não é para protestar – contra o que era mesmo? – e sim desenvolver um doutorado em mais do mesmo. Para hoje, a promessa é trancar saídas dos ônibus, bloquear a Free Way e sabe-se lá mais o quê. Uma coisa é fazer greve por motivo salarial ou por direitos perdidos, outra é o que o alemão chama de schadenfreude, a alegria pela destruição em tradução livre, um protesto que nem político é. É ideológico, da vertente quanto pior, melhor.

Imaginem esse povo todo querendo ir para o Litoral e lá vem suas excelências estragar a viagem. Imaginem o cara do salário mínimo que precisava ir para o médico e não tem transporte coletivo. Aí que vem o a maldade suprema: ferram justamente o elo mais fraco da corrente, aquele que não tem vereador ou deputado para protegê-lo.

Bloquear rodovias e saídas de ônibus, mais dia menos dia, entrará em estágio de lobo-guará: em extinção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »