Temer dixit

30 set • Caso do Dia, NotasNenhum comentário em Temer dixit

O presidente Michel Temer afirmou que não há uma “pessoa imaginária que salvará o País, tem que ter projeto” de governo para conduzir o Brasil, em referência às eleições presidenciais. Concordamos nisso, presidente, mas é precisamente esse o nosso problema. Nós não votamos para presidente, votamos em um Salvador da Pátria, como se fosse um ser divino capaz de eliminar tudo que tem de ruim e implantar tudo que tem de bom em quatro anos. Ou em menos, de preferência. Um ano estaria bom.

País dos faraós

Somos um povo que gosta de ser tutelado.  Mesmo depois da cruel ditadura do Estado Novo, Getúlio Vargas passou a ser visto como “o pai dos pobres”, uma obra de propaganda exaustivamente martelada durante anos. Há povos assim, mas que, de certa maneira, vivem bem com isso. O Egito é um deles, vem desde o tempo dos faraós esse gosto pela tutela.

Lei boa

Realisticamente falando, o povo brasileiro quer que alguém tome decisões por ele de forma total, que até no dia a dia lhe diga o que deve fazer. As coisas mudam, no entanto. Em boa parte agora se dá o inverso. Se esse ser divino não resolver todas as demandas, fora com ele. Estão falando que, após as eleições, a reforma política deve contemplar o recall. A Venezuela tem esse mecanismo e nem por isso Nicolás Maduro foi afastado. Como disse o fundador da Embraer, Ozires Silva, lei boa é lei velha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »