Sobre modas e chiques

31 jul • A Vida como ela foiNenhum comentário em Sobre modas e chiques

Lançaram a moda brechó chique na Capital gaúcha, provavelmente copiado de outras estâncias. Grosso modo, ou é brechó ou é chique, pelo menos na definição francesa da palavra. Mas pode ser que pegue, porque o poder aquisitivo dos (e das) chiques está mais para brechó.

E digo que pode pegar, ou vai pegar, corrigindo, porque se pegou a moda vagaba (jeans rasgados) lançada no Rio de Janeiro, nos anos 1980 (vagaba-vagabunda), não duvido de mais nada, como disse lá atrás um estancieiro de Quaraí ao saber que inventaram a debulhadora de milho.

A falta que faz o vil metal. Há uma dezena de anos, amigo que viajava muito para o Uruguai mostrou um recorte da página social da Zero Hora de duas semanas atrás, onde um par de socialites diziam para a colunista que, no feriadão, iriam para Punta del Este a bordo do jatinho de um amigo.

– Tá – perguntei, mas e daí?

– E daí que na véspera do feriadão fui para a Rodoviária para viajar para Montevidéu pela Pluma e vi as duas socialites entrando no “jatinho” com 10 rodas e motorista em vez de piloto.

Vai ver foi promessa por uma graça alcançada.

Carla Santos

Jornalista, assessora de Fernando Albrecht, de quem foi colega no Jornal do Comércio. Atuou como chefe de Redação no Palácio Piratini, assessora de comunicação de diversos clientes. Hoje faz assessoria em mídias digitais para empresas e é editora do jornal de bairro Voz da Vizinhança.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »