Sacanagens virtuais

16 jun • Caso do DiaNenhum comentário em Sacanagens virtuais

Close-up of female student typing on laptop at table

 O jornal impresso pode ter limitações em comparação com as edições virtuais, mas, pelo menos, não tem aquelas irritantes propagandas que, não raro, ocupam a tela inteira. E o campo onde está o X de descarte, fica perto de outro botão que abre toda a mensagem como se você a tivesse autorizado. Isso é sacanagem.

 Alguns jornais cedem à tentação da sobrecapa publicitária, mas, pelo menos, essa é fácil de descartar e não tem botão dúbio que a coloque a enrole de novo na edição que você pagou para ler. E as edições virtuais estão cheias de armadilhas que forçam a barra para que o leitor nelas embarque.

 E, cá entre nós e nosso barbeiro, falta criatividade em boa parte deles.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »