A paz dos cemitérios

11 out • Caso do DiaNenhum comentário em A paz dos cemitérios

Não vi mas gostei do filme A Revolta das Salsichas. No filme, as salsichas e outros embutidos, achavam que os humanos os levariam das gôndolas para uma espécie de céu. Quando descobriram a verdade, bom, aí não sei mais. Esperem só as revoltas dos tomates, dos alfaces, coitados, seres vivos que são comidos pelos seres mais vivos.

Por isso que lanço a campanha “Verdura também é gente, gente!”. Imagino que os primeiros seres humanos que o tomate – que deveria ser uma vermelhura mas não pode, posto que é fruta, tecnicamente falando. Imito o Vinicius de Moraes sobre o amor, que seja eterno enquanto dure. Alguns patifes que só pensam naquilo trocaram o “e” para “o”, os impuros.

Voltando à vaca fria. As verduras, seres verdes tecnicamente falando, vão se revoltar contra os naturebas em geral e vegetarianos em particular. Primeiro, eles torturam as coitadas com o método do “caldo”, simulam afogamento; depois arrancam as folhas, deitam vinagre e azeite para que os humanos as trucidem a dentaços. Que coisa mais ímpia.

Então, tem a revolta contra os carnívoros e vai haver a dos torturadores de verduras. Quando ninguém mais comer coisa alguma, finalmente a humanidade terá paz. A paz dos cemitérios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »