Remadores de galés

14 dez • NotasNenhum comentário em Remadores de galés

Do ponto de vista da remuneração, a única coisa que diferencia jornalistas dos remadores de galés é que nós temos carteira assinada. O trabalho é igual. Por sinal, tem uma historinha sobre eles. Uma destas embarcações estava bem na linha do Equador, sob um calor escaldante do meio-dia. Os caras suavam mais que político recebendo a notícia que constava na delação premiada.

Eis que chega o cara que bate o tambor para marcar a velocidade das remadas. Bota as mãos em concha e grita:

– Pessoal, tenho duas notícias, uma boa e uma ruim.

– Dá a boa primeiro – berraram eles em uníssono.

– O patrão tá de bom humor e resolveu oferecer uma feijoada completa, paio, linguiça, rabo de porco, lombo e tudo de bom que uma feijoada leva. Ah, e uma jarra de vinho para cada um.

– Graaaande! E a ruim?

– O patrão quer esquiar depois do almoço…

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »