Recuerdos de 2008

19 fev • Caso do Dia, Notas1 comentário em Recuerdos de 2008

O Banco Central prepara mudança na legislação para permitir que um mesmo imóvel seja dado em garantia em mais de um financiamento, por instituições financeiras diferentes e prazos diversos. Doutor Guedes, certamente o senhor sabe que a crise do subprime de 2008 nos Estados Unidos começou assim. Com tremores secundários até hoje.

CEGUEIRA COLETIVA

Canso de repetir, de avisar, de implorar até, que os sites dos jornais têm relativamente pouca leitura por causa das fontes (letras) desmaiadas. É por isso que o tempo médio que um leitor fica na frente da tela de site de jornal é de apenas 6,8 segundos (dados Google). O cara desiste de ler por causa disso, pelo menos o leitor com uma certa idade. Olha os títulos e ilustrações da página inicial e deu. Vou morrer repetindo isso, sobre essa enorme burrice.

LEITORES DE ORELHA

O mais espantoso é que as direções e executivos não se deem conta disso. Além de perder leitores, deixam de ganhá-los. Por causa disso, uso negrito nesse blog. Ah, me disse um diretor de grande empresa de comunicação, eu consigo ler. Sim, mas na dobro do tempo em que lê o mesmo número de caracteres de jornal impresso. E tem a gurizada que lê, garantiu outro. Que gurizada? Só uma fração lê uma matéria de cabo a rabo. É versão digital da leitura de orelha de livro.

O BRASIL QUE DÁ ERRADO

Publicado dia 18 de fevereiro de 2013 e ainda atual. Confiram.

Temos vivido tempos conturbados no Rio Grande do Sul. A poeira ainda não baixou da tragédia de Santa Maria. Então, para se fazer uma análise mais serena, é preciso dar tempo ao tempo. Entendam bem, compartilho a indignação e a dor das famílias, mas a sociedade gaúcha como um todo mostrou facetas preocupantes. Somos um Estado de linchadores, em que a serenidade é avis rara. Também não dá para aguentar a exploração política em torno da tragédia, assim como é brabo aguentar o ritual de tirar o corpo fora das responsabilidades

A questão é que aqui não existe meio termo. É tudo oito ou 80. Vivemos falando que deveríamos deixar para trás o tradicional espírito beligerante, mas constatamos que, em vez de melhorar, as coisas parecem estar piorando. No episódio das árvores cortadas no Gasômetro para dar curso às obras, vi-me em plena Inquisição. O caso é que ideologizaram tudo. Conseguiram isso até com sacolas de supermercado, as de plástico são de “direita” e as ecobags são de “esquerda”.

Temos carradas de exemplos enraivecidos no dia a dia. É só olhar o comportamento no trânsito, por exemplo. Ou discussões por bobagens na mídia, ninguém aceita o contrário. Somos fundamentalistas, crê ou morre. Depois falamos mal do radicalismo do Oriente Médio. Só nos faltam as AK-47 e os homens-bomba.

PENSAMENTO DO DIAS

Tem tanto influenciador digital na praça que breve não teremos mais influenciados. Então quem vai influenciar quem?

One Response to Recuerdos de 2008

  1. Sérgio Alves de Oliveira disse:

    Tens razão,Albrecht,no caso da tragédia em Santa Maria. Tiveram que pegar,a” qualquer custo”,mesmo que injustamente, uma equipe de “culpados”. O “sangue”foi uma exigência de uma Justiça bastante hipócrita. Mas nesse caso a fronteira entre a culpa e a inocência não pode ser bem demarcada. Pelos critérios de “culpa” da Polícia,do Ministério e da Justiça,o rol de “culpados” teria que ser imensamente maior,não escapando nem mesmo as vítimas da tragédia e os responsáveis pelos menores que estavam lá naquela noite. Resumidamente,desde o início, achei tudo isso uma baita palhaçada com muita hipocrisia no meio. E se tivesse caído alguma rocha espacial (meteorito,metero,etc.), sobre o prédio,a quem culpariam ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »