Qual frio, o teu ou o meu?

7 jun • A Vida como ela foiNenhum comentário em Qual frio, o teu ou o meu?

frio família foto freepik

Os primeiros frios sempre são os piores, depois acostuma-se. Com 15 graus Celsius, todo mundo tirita. Três dias depois, nem acusa o golpe. Ocorre que a temperatura baixa tem vários componentes, umidade do ar (piora sensação de frio ou de calor quando alta), dos ventos (sensação térmica) e até do estado de espírito. E é evidente que sair da cama cedo não precisa de frios enregelantes para maldizer a estação.

Feito esse preâmbulo, e admitindo que pessoas com maior camada adiposa – gordura, mas não necessariamente pessoas gordas – são menos friorentos do que os magros. A gordura é um excelente isolante térmico, confirmem com os ursos. Agora vem a questão: por que quando éramos jovens o frio era maior que hoje?

Nada a ver com efeito estufa, os invernos eram mais frios etc. Porque éramos mais magros, principalmente os homens, e quanto mais magros, mais frio sentimos. Há um teste fácil de fazer para quem guarda fotos de família ou de amigos nas praias em décadas passadas, anos 1960, por exemplo. Observe que quase todos eram magros, exceções à parte. Agora, pega a mesma turma ou o que restou dela. Todos mais gorduchos, certo?

Uma outra variável é a fome. Enfrentar baixas temperaturas com estômago roncando é torturante. Eu sei, porque eu pesava pouco mais de 60 quilos e passei fome nas madrugadas de Porto Alegre, sem dinheiro para um lanche sequer, ah, isso foi doloroso.

Então vou dar minha definição. Para mim, frio é quando faz abaixo de 10 graus DE DIA. Pior ainda quando é acompanhado pelos ventos Minuano ou Pampeiro.

Foto: Frepik

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »