Pisada no tomate

29 set • A Vida como ela foiNenhum comentário em Pisada no tomate

O alegretense Luiz Carlos Félix escreve no seu blog sobre a raça bovina Wagyú – já notaram como um “Y” confere nobreza e um certo mistério a uma palavra? – e variações como o boi Kobe, da cidade japonesa do mesmo nome. Tem algumas lendas sobre cerveja na ração, foi mas não é mais ou é apenas uma parte da ração. Félix fala numa invenção brasileira, o boimate, bovino alimentado com a erva-mate. Se a moda pega, o preço do quilo vai às nuvens.

Mas o boimate não é expressão nova, é dos anos 1980 e tinha outro sentido. O 1º de abril europeu, não é no mesmo dia que o nosso. Pois uma publicação europeia pespegou uma pegadinha legal, dizendo que cientistas tinham desenvolvido um tomate com proteína animal, uma revolução alimentícia se fosse verdade.

Quem entrou nessa foi a Veja, que não apenas editou a notícia como se verdadeira fosse, como também a ilustrou, mostrando a figura de um boi seguido do tomate da seguinte forma:  boi + tomate = boimate. A bem da verdade, muita gente acreditou, mesmo depois, quando se deram conta de que era primeiro de abril.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »