Peixe de duas bocas

13 out • NotasNenhum comentário em Peixe de duas bocas

Mão segurando um dourado grande com duas bocas Na divisa entre Porto Mauá (Brasil) e Alba Posse (Argentina), um pescador teve dupla surpresa ao puxar a rede de pesca do leito do rio Uruguai. Nela havia várias espécies de peixes, dentre eles, um dourado com duas bocas, que pesou 2,7 kg.  A explicação que vem do jornalista Vilson Winkler, operoso repórter da cidade brasileira é que, provavelmente, este dourado havia sido fisgado anteriormente por um anzol, como é uma espécie que luta bastante para se livrar quando é capturado, deve ter rasgado a parte inferior da boca onde estava preso o anzol, parte esta que ficou pendurada, em forma de boca inferior, aparentando ter duas bocas. A pesca se deu quando ainda não estava vigorando o período da piracema, por isso foi capturado com rede, no lado argentino.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »