Paternidade-helicóptero

1 fev • Caso do DiaNenhum comentário em Paternidade-helicóptero

 Estudo da Universidade de Yale (Estados Unidos) comprova o impacto da desigualdade econômica nas mudanças no estilo de paternidade, com o surgimento e multiplicação dos chamados pais-helicóptero, sempre girando em torno das suas crias. Segundo o trabalho, a saída de uma situação de estabilidade econômica para a de crise pode ser capaz de gerar pais superprotetores.

 Os pesquisadores de Yale concluíram que pais em países desiguais tendem a ser mais firmes. No caso do Brasil, considerando a mais recente World Value Survey (Pesquisa Mundial de Valores) 55% dos pais brasileiros são autoritários, 35% são autoritativos (altos níveis de controle com valorização da resposta do controlado) e menos de 10% são liberais”, diz um dos pesquisadores, Fabrizio Zillibotti. Uma pena que o estudo não discrimine as faixas de renda. Como já dizia o embaixador Roberto Campos, pesquisa é como biquíni, mostra tudo menos o essencial.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »