Papas do colunismo

21 jan • NotasNenhum comentário em Papas do colunismo

“Os colunistas cariocas Manuel Bernardes Müller, cujo pseudônimo era Jacinto de Thormes, personagem do escritor Eça de Queiroz, e Ibrahim Sued (O Globo), juntamente com o paulista Tavares de Miranda, compunham o trio poderoso do advento da crônica social em 1950. Maneco, lutador de jiu-jítsu, transportou para o Brasil o colunismo americano da época, mesclando política, temas de economia e artes nos seus comentários a respeito da movimentação social”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »