• Test drive do Durão I

    Publicado por: • 1 out • Publicado em: Notas

    Escrevi essas duas notas há anos, quando tudo ainda parecia ir bem. Com a diferença que hoje estamos atolados, nada mudou ou mudou pouco. A versão top do carro do Governo federal é o modelo Durão, cujas características são suspensão dura como se fosse um fora de estrada, motor que ruge como um V8, mas tem só quatro cilindros e gasta mais que um V12. Tem tração nas quatro rodas, mas consegue a proeza de atolar até mesmo em terreno seco. Encarregada de empurrar o Durão para desatolá-lo, a base aliada simplesmente cruza os braços se não aumentarem as gorjetas.

    Publicado por: Nenhum comentário em Test drive do Durão I

  • Test drive do Durão II

    Publicado por: • 1 out • Publicado em: Notas

    A eletrônica embarcada ainda não foi embarcada por causa da burocracia dos portos, porque é toda importada. Os mecânicos aconselham, em vão, que se façam reformas para melhorar o desempenho do possante. A direção puxa muito para a esquerda e teme-se que ele saia da estrada. A capacidade de carga deveria ser de cinco ou seis toneladas, porém não passa de três e olhe lá. Mesmo sendo um sedã médio para seis pessoas, 39 delas apertam-se no espaço interno. Pelo menos o câmbio é revolucionário: uma marcha à frente e duas a ré.

    Publicado por: 1 comentário em Test drive do Durão II

  • A bolita

    Publicado por: • 1 out • Publicado em: Notas

    Mensagem maravilhosa que recebi há mais tempo de um leitor da página 3 do Jornal do Comércio dá voltas na minha cachola. O leitor se queixava da qualidade do pão cacetinho e não o compra mais. “Porque ele vem tostadinho por fora mas por dentro a massa é crua, dá até para fazer bolinha de hinhaque, é uma vergonha.” Bolita de cacetinho é muito bom.

    Publicado por: Nenhum comentário em A bolita

  • O autor

    Publicado por: • 1 out • Publicado em: Notas, Sem categoria

    Uma correção sobre o autor citado na nota de ontem analisando as matérias sobre mudanças na RBS: a reportagem publicada no JÁ foi escrita pelo jornalista Luiz Cláudio Cunha.

    Publicado por: Nenhum comentário em O autor

  • Há vagas

    Fernando-Albrecht-fala-sobre-vagas-para-refugiados-na-Arábia-Saudita-no-blog

    Publicado por: • 30 set • Publicado em: Notas

    Enquanto os países europeus estão protestando sobre sua incapacidade de abrigar os refugiados, a Arábia Saudita tem 100.000 tendas climatizadas de alta qualidade, que poderiam abrigar mais de três milhões de pessoas, mas encontram-se vazias. Os refugiados preferem a Europa. Deu no Washington Post.

    Publicado por: Nenhum comentário em Há vagas