• O guaraná incendiário

    Publicado por: • 23 abr • Publicado em: A Vida como ela foi

    Esta história já teria se passado em uma dúzia de cidades do interior do RS nos anos 1960. Mas houve pelo menos um episódio que poderia ser registrado em cartório. Um montenegrino que bebia todas foi a um baile de kerb (festa do padroeiro da vila ou cidade nas colônias alemãs) e repetiu a dose. A folhas tantas, alguém deu a ele um pedaço de queijo parmesão tipo o RAR das Notas de hoje, escavou um buraco e encheu de pimenta das brabas. Para disfarçar, recolocaram o tampão. P., pegou o queijo dado e deu uma profunda mordida. Em pouco tempo, suava profusamente. Mas seguia comendo.

    – É brabo, mas é queijo – repetia.

    Quem não repetiu a dose foi uma figura popular da Porto Alegre dos anos 1960, que ficava na frente da falecida Padaria Matheus, na Rua da Praia, aberta dia e noite. Pão-duro de primeira, vivia mordendo os transeuntes. Pedia a eles que pagassem uma empada e um Guaraná Caçula.

    Um dia, um dos maiores doadores do sujeito, que dizem ser o jornalista Carlos Bastos, combinou com o atendente de encher tanto a empada quanto o guaraná com a mais forte pimenta da casa. Dias depois o mordedor atacou o Bastos e pediu o de sempre. O resto vocês podem imaginar.

    Deu uma mordida na empada que esguichou pimenta e na aflição que veio em seguida tomou um largo gole de pimenta quase pura. Nunca mais ele voltou a morder alguém que passasse na frente do Matheus.

    Publicado por: Nenhum comentário em O guaraná incendiário

  • O Coliseu holandês

    Publicado por: • 23 abr • Publicado em: Caso do Dia, Notas

    O empresário Raul Anselmo Randon criou em vida uma queijaria do primeiro time especializada em queijos duros, em Vacaria (RS). O Gran Formaggio da RAR foi alvo de um programa do SBT, no sábado passado, o Fábrica de Casamentos, no qual a atração foi um esculpido como se fosse o Coliseu de Roma.

    queijo É uma mão de obra fabricar um queijão desses. Para dar forma são necessários, em média 500 litros de leite – de altíssima qualidade – de vacas holandesas, de rebanho próprio. Após o período de maturação, que pode levar até 18 meses, cada forma pesa em torno de 35kg. Portanto, são 15 litros de leite para 1 kg de queijo.

    Macaco chocólatra

    20190419_082138

    O Gramado Zoo não deixa passar um evento temático sem preparar alguma para os animais de que cuida. Na Páscoa, deram a eles um chocolate especial atóxico. Como nem todo bicho gosta de chocolate, a onça ganhou um peixe, que também é um símbolo pascal. Já o macaquinho deitou e rolou.

    Eu saberei ler

    Inicia dia 25 de abril o programa de alfabetização para os 1.800 adultos que se inscreveram no Programa Alfa do SENAR-RS. Divididos em 115 turmas, eles terão aula três vezes por semana, na própria comunidade rural a que pertencem. No ano em que a iniciativa entra em sua 20ª edição, uma das novidades é a inserção da Educação Ambiental entre os assuntos tratados no programa.

    senar

    O objetivo é despertar no público do meio rural noções sobre o uso correto dos recursos naturais como o solo e a água, fundamentais para a qualidade da produção agropecuária. Outra novidade, é a participação de analistas educacionais. As aulas irão até 27 de setembro, e a expectativa é atender as pessoas que tiveram dificuldades para investir em educação durante a infância e adolescência. É notável como aumenta a autoestima dos participantes.

    Tricas e futricas

    Quando se pensava que finalmente o governo Bolsonaro teria parado com bate-bocas internos, veio prova em contrário, desta vez entre o vice Hamilton Mourão e o escritor Olavo de Carvalho. Entrou em assunto que não se tenha pelo menos 30% de mudar a posição do outro é perda de tempo e energia. No caso, não tem nem 0,001%.

    A verdade que dói

    Eu vou dizer uma coisa sobre minha profissão que não vai agradar. Perdemos muito tempo, energia e produtividade com indignações especialmente tendo o governo como alvo. O jornalista tem que ser o último a se indignar, para poder analisar os fatos com frieza e firmeza. Mas este tipo de profissional está em extinção. As redações estão se transformando em muro de lamentações.

    Só dói quando rio

    Traficante carioca morreu ao ser atingido por estilhaços do fuzil que manuseava e que explodiu. Antes de ir para o além sem volta, falou que tinha sido “acidente de trabalho”. Pelo menos tinha senso de humor.

    Ranking Agas

    Consolidado como o grande evento de premiação aos supermercados que mais se destacaram no Estado, o Ranking Agas 2018 reunirá mais de 750 supermercadistas, fornecedores, líderes de classe e autoridades e imprensa no salão nobre do Grêmio Náutico União, em Porto Alegre, a partir das 20 horas desta terça-feira. A novidade será a entrega da Medalha Marcelo Zaffari. Foi um grande impulsionador do grupo.

    Aeroportos-cidade

    Gigante SSP abrirá 18 lojas de alimentação em aeroportos brasileiros. Infelizmente nosso Salgado Filho não está entre eles. A empesa britânica é especialistas em lojas de alimentação em aeroportos, estações de trem e assemelhados. Tem 40 mil empregados. Na realidade são praças de alimentação com oito operações internacionais, de cafeteria a lanches. A informação é da Infomoney-Estadão.

    Aí vem o novo aeroporto de Bejing, o Daxing, que será inaugurado em setembro. Com um milhão de metros quadrados, terá dois andares para embarque e desembarque com previsão de 100 milhões de passageiros. Como os aeroportos serão cada vez maiores, cidades inclusive com selva,  cachoeiras de 40 metros de altura e piscina para passageiros como o de Singapura, fica fácil entender porque operações comercias de toda sorte os procuram. Na realidade, são cidades. E com aluguéis caríssimos.

    Publicado por: Nenhum comentário em O Coliseu holandês

  • Chamo jornalismo a tudo o que será menos interessante amanhã do que hoje.

    • André Gide •

  • Colecionador de cretinices

    Publicado por: • 22 abr • Publicado em: A Vida como ela foi

    Eu sou um colecionador de cretinices. Oficiais, principalmente. Não que goste, mas por dever de ofício. É uma maldição que vem dos tempos em que a humanidade evoluiu do macaco alfa para a chefia da aldeia. Na realidade, muitas chefias dizem besteiras ou tomam decisões bestas insufladas por assessores. Tirando os poucos que realmente são bons, o resto foi invenção do Foguista Lá de Baixo. Se não criação, pelo menos frequentaram um curso de aperfeiçoamento bancado pelo chifrudo.

    Quando leio ou ouço os mais realistas que o rei defenderem a chefia e esgrimindo argumentos sem pé nem cabeça, tenho a impressão que alguns deles têm um orgasmo. Múltiplo. Um a cada menção do nome do líder. É curioso esse suicídio de pessoas públicas. Em vez de se cercar por pessoas qualificadas, dão preferência aos puxa sacos. Dá no que dá. Esta é uma das tantas estupefações que também tenho colecionado ao longo da minha carreira. É como ouvir que o bacon foi inventado pelo político, filósofo e ensaísta inglês Francis Bacon.

    O pensador espanhol Jose Ortega Y Gasset disse uma frase que ficou famosa, o homem é o homem e suas circunstâncias. No caso, as circunstâncias são os assessores, que, não raro, deixam o homem público de calças arriadas. O que é uma circunstância muito embaraçosa, para dizer o mínimo.

    Publicado por: Nenhum comentário em Colecionador de cretinices

  • É do ramo

    modelo crédito da foto albrecht (2)

    Publicado por: • 22 abr • Publicado em: Caso do Dia, Notas

    As paixões extremadas, que no Brasil se multiplicam mais que chuchu em cerca, impedem que se analise a floresta em vez de ficar focando só a árvore. O ministro Paulo Guedes apanhou feio por causa do seu depoimento no Congresso, mas quem leu e ouviu suas recentes entrevistas ficou agradavelmente surpreso com seu desempenho e senso de humor. Só que ele não precisa é de indagação de trogloditas.

    A falta que eles fazem

    Há quanto tempo não aparece um cartunista realmente talentoso no Rio Grande do Sul? E há quanto tempo não aparece um chargista talentoso nesta província?

    Visão de futuro

    No ano passado, o Teleoftalmo – Olhar Gaúcho atendeu 10.635 pacientes em todo o Rio Grande do Sul pelo SUS. Case nacional em telemedicina, acaba de ganhar mais um reconhecimento: ficou em 1º lugar na categoria Tecnologias da Informação e Comunicação no Global Summit – Telemedicine & Telehealth, o maior congresso de saúde digital da América Latina. A iniciativa é resultado de uma parceria entre Moinhos de Vento com Ministério da Saúde, Governo do Estado, prefeituras municipais e Telessaúde RS-UFRGS.

    Eles têm a força

    Profissional da área técnica foi a uma universidade federal gaúcha e quis se inscrever para um curso de mestrado. Não foi aceito porque sua tese foi considerada “muito liberal”. Mas o que diabo vem a ser “muito liberal”? Se for “um pouco liberal” tem chance? Isso realmente o governo não vê. E vai ser difícil mudar esse status quo.

    Direito de Família

    Amanhã será proferida palestra da advogada Simone Tassinari no Grupo de Estudos de Direito de Família sobre o tema “Provimento 63 do CNJ e Reconhecimento de Parentalidade”, às 12h, no quarto andar do instituto. Entrada aberta ao público.

    E no dia 24 de abril, o procurador-geral do Estado, Dr Eduardo Cunha da Costa, será o palestrante convidado da Reunião-Almoço do IARGS, que será realizado, a partir das 12h, no Hotel Plaza São Rafael.

    Contragolpe fatal

    Queixas gerais sobre a encheção de saco das ligações de vendedores ou vendedoras de imóveis e assemelhados. Há vários antídotos, mas ainda prefiro o sistema usado por empresas. Assim que você detecta que é venda não titubeie: se você quer falar com o dono da casa digite 1; se quiser falar com a dona de casa digite 2; se quiser informações sobre os filhos digite 3; se quiser vender imóvel digite 4; se pretende falar com a faxineira vá cantar em outra freguesia; para ir para o raio que o parta digite 5.

    Publicado por: Nenhum comentário em É do ramo