• Em plena campanha

    Publicado por: • 9 dez • Publicado em: Caso do Dia, Notas

    O ex-candidato a presidente petista Fernando Haddad cumpre hoje um périplo pelas redações de jornais de Porto Alegre. Vocês não têm ideia do entusiasmo com que a notícia foi recebida pelos jornalistas. Foi um óóóh coletivo. Vai ter pedido de selfie e, não duvido, até de autógrafos. Sem surpresa. Até as antigas máquinas de escrever sabem que, nas redações dos jornais, rádios e TV da Capital, predominam os petistas disparado. Não petistas são minoria. E sempre olhados de soslaio pelos outros.

    Certamente, a visita de Haddad tem a ver com uma estratégia nacional do PT para alavancar as candidaturas para prefeitos e vereadores da sigla. Na verdade, a estrela vermelha está com dificuldade grande para em achar um candidato bom de voto ou até mesmo achar um candidato. Caso de São Paulo e de Porto Alegre.

    SOLDADA DO PARTIDO

    Na capital paulista, o próprio Lula reconheceu que o partido não tem nome forte para disputar a prefeitura, tanto que, em entrevista à Folha de S. Paulo, cogitou pedir que Marta Suplicy volte ao PT, de onde saiu brigada, para ser a soldada do partido. Em Porto Alegre, a mesma coisa. De prontidão, apenas a Santíssima Trindade, Olívio Dutra, Tarso Genro e Raul Pont, que estão na pedra desde os anos 1980. A saída deverá ser abrir mão da cabeça de chapa, oferecida para a deputada Manoela D’Ávila, do PCdoB.

    Em recente pesquisa encomendada pela esquerda, Manoela teria 17% das intenções de votos, que parece muito bom para uma largada, mas não para uma chegada. Como serão dúzias de candidatos, ela até pode ter chance de ir para um segundo turno – se os votos forem pulverizados. O problema é que ela também tem alta rejeição. Talvez só a deputada Maria do Rosário a ultrapasse nesse quesito. Se o PT não se acertar com outros partidos, talvez possa ser ela a soldada do partido.

    BEM-ME-QUER, MAL-ME-QUER…

    Nelson Marchezan Jr teria chance de se reeleger? Bem, ele tocou obras e projetos importantes, como a Orla do Guaíba, encheu a cidade de ciclovias, mas se perdeu completamente no varejo. A cidade está cheia de buracos, suja, mal-vestida, digamos. Tudo sobre a China, nada sobre a esquina, em resumo. Por isso, tem alta rejeição, em torno de 40%, que será agravada com os novos valores do IPTU.

    EU NÃO MEREÇO

    Outra da série Que Mal Fiz Eu Aos Deuses de um professor. Mensagem de voz de aluna querendo saber alguma coisa das notas:

    – Profe, estou aqui com meu quarteto: eu, a Renata e o Rodrigo.

    De repente, ela quis dizer que estava no seu quadrado. Ou estava grávida.

    Publicado por: Nenhum comentário em Em plena campanha

  • A vida vai ficando cada vez mais dura perto do topo.

    • Friedrich Nietzsche •

  • Médicos de família

    Publicado por: • 8 dez • Publicado em: Caso do Dia, Notas

    EM países com sistemas públicos considerados extremamente eficazes pela Organização Mundial da Saúde (OMS), como Inglaterra e Canadá, o número de médicos de família e comunidade chega a 51% do total de profissionais da área. No Brasil, de acordo com a Demografia Médica, eles representam apenas 1,5%. São cerca de 5,5 mil especialistas na Atenção Primária à Saúde (APS) para mais de 44 mil unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF). Ou seja, mesmo que todos estivessem atuando na rede, apenas 3,4% das equipes estariam contempladas.

    Dois projetos desenvolvidos pelo Hospital Moinhos de Vento, em parceria com o Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), têm como foco estabelecer esse equilíbrio. O objetivo é contribuir para a qualificação na atenção primária. Os cursos visam realizar um diagnóstico, propor soluções de apoio institucional aos Programas de Residência de Medicina e Comunidade do Brasil e formar preceptores para atuar em cursos de graduação e residência médica.

    A divulgação do ICEC (Índice de Confiança do Empresário do Comércio) pela Fecomércio-RS na sexta-feira (06/12) mostra que, ao comparar as avaliações dos componentes do índice – investimentos, situação atual e expectativas futuras – os empresários estão mais confiantes em relação ao ano passado, seguindo um processo de retomada da confiança, com o ICEC registrando 118,5 pontos em novembro. Os 100 pontos marcam o valor de neutralidade do índice, sendo abaixo pessimista e acima dessa marcação otimista. A pesquisa completa pode ser acessada aqui.

    NIWA Matsuri, ou “Festival dos Jardins” é o tema da 5ª edição do Festival da Cultura Japonesa que será realizado dia 14 de dezembro, sábado, das 10h às 17h, na Rua Coberta. Artes marciais, gastronomia, dobradura em papel, caligrafia, pintura, arte de dar forma com bambu, massagem, arranjos florais, cultivo de miniplantas em vasos e muitas outras formas de expressão cultural nipônica serão compartilhadas durante o festival. O evento é aberto ao público e tem entrada franca.

    Publicado por: Nenhum comentário em Médicos de família

  • Salão ARP

    Publicado por: • 7 dez • Publicado em: Caso do Dia, Notas

    O Salão ARP busca valorizar os destaques do ano no mercado da Comunicação. Entre eles, a gerente de Marca Grupo RBS, Bárbara Fabres.

    A cerimônia foi realizada no Centro de Eventos do ParkShopping Canoas.

    Confira a lista completa dos vencedores:

    • Empresário ou Dirigente de Comunicação do Ano: Marcelo Pacheco (Grupos RBS)
    • Agência de Comunicação do Ano: Morya
    • Marca do Ano: Banrisul
    • Veículo do Ano: RBS TV
    • Influencer e/ou Creator do Ano: Cris Silva (Grupo RBS)
    • Profissional de Criação do Ano: Rafael Bohrer (TWF/Competence)
    • Profissional de Atendimento e Negócios ou Gerente de Projetos do Ano: Andrea Monteiro (Morya)
    • Profissional de Mídia do Ano: Denise Marusiak (Morya)
    • Profissional de Planejamento do Ano: Edgar Demutti (Morya)
    • Profissional de Produção e/ou Finalização de Agência do Ano: Lori Pintos (Morya)
    • Profissional de Atendimento de Veículo do Ano: Eduardo Rigon (Grupo RBS)
    • Profissional de Marketing de Cliente do Ano: Tiago Dimer (Assembleia Legislativa)
    • Produção Publicitária Eletrônica e/ou Digital: Mythago Produções
    • Produção Publicitária de Imagem Gráfica: Estúdio Mutante
    • Serviços Especializados: Critério – Inteligência e Conteúdo
    • Young do Ano: Leonardo Polesso (Grupo RBS)
    • Professor do Ano: Alessandro Souza (ESPM-Sul)
    • Estudante do Ano: Juliana Ruiz dos Santos (UniRitter)
    • Profissional destaque: gerente de Marca Grupo RBS, Bárbara Fabres.

    Publicado por: Nenhum comentário em Salão ARP

  • A gravata do Seabra

    Publicado por: • 6 dez • Publicado em: Sem categoria

    unnamed (1)

    Uma gravata francesa por um carro nacional, que tal essa? Walter Seabra, que redescobriu as Ruínas de São Miguel, que tinham virado tapera nos anos 1970, era uma figura excecional. Nos últimos anos de vida, foi diretor da Rede Plaza de Hotéis e foi nessa condição que aceitou a carona do doutor Jorge.

    Seabrinha, como era conhecido, estava saindo do Plaza São Rafael indo para casa quando o doutor lhe ofereceu uma carona no seu carro blindado. Lá pelas tantas, ele se virou para o carona, que estava uma fina gravata francesa Hermès.

    – Seabra, que gravata bonita!

    Quando chegou em casa, o diretor do Plaza se viu na obrigação de fazer uma gentileza para o amigo. Acondicionou a gravata em fino estojo e a enviou para a casa do doutor.

    Meses depois, a cena se repetiu. Na saída do hotel, o doutor Jorge ofereceu uma carona. No trajeto para casa, os papéis se inverteram.

    – Jorge, que carro bonito!

    Adivinhe se o doutor Jorge mandou o carrão para o Seabrinha.

    Publicado por: Nenhum comentário em A gravata do Seabra