Os aliens

4 dez • Caso do DiaNenhum comentário em Os aliens

  Falam tanto em uma possível invasão de aliens, mas eles já estão aqui! O Congresso Nacional está crivado deles, há muitos deles nos governos e até no Judiciário. São especialistas em camuflagem. Nas igrejas, eles são muitos. Tem forte presença também em movimentos sociais, nos politicamente corretos, nas empresas, enfim, em tudo.

   Por si só os alienígenas não são facilmente detectáveis, mas em algumas reações que eles despertam os traem. Os sem-noção provavelmente são aliens. Os burocratas também, que parecem ser a elite dos extraterrestres. É uma tropa de choque formidável, porque nada os derrota. Para cada um que cai fora, há pelo menos três substitutos. Como no EI.

  Como ainda não estão perfeitamente entrosados nos usos e costumes dos terráqueos, traem-se também em pequenas coisas do dia-a-dia. Alguém que goste de comer comida daquelas cumbuquinhas, por exemplo, deve ser um ET. Ainda não foi feito o Manual de Instruções de Reconhecimento de Aliens, mas desde já dou uma dica: aquelas pessoas e casais que ficam horas dedilhando em smartphones não são terráqueos, são invasores. Eles usam as maquininhas para trocar ideias sobre táticas de dominação da raça humana.

  E não falta muito.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »