O testador

30 mar • Caso do DiaNenhum comentário em O testador

 Na edição de ontem deste blog, publiquei uma nota informando que o Guia de Motéis estava selecionando testadores de motéis, emprego de carteira assinada, salário mensal de R$ 2 mil mensais mais despesas como gasto com combustível pagas. Ontem de noite recebi um telefonema de alguém que se disse interessado no emprego, então queria saber mais detalhes. Entra no Portal do Guia, expliquei.

 Uma coisa não estava batendo. Pela voz deu para perceber que se tratava de alguém idoso ou a caminho dessa condição, então perguntei se ele levaria a matriz ou a filial para o teste.

 – Como assim? – perguntou ele, meio ofegante. – Para que levar a mulher?

 – Ué! Vais ter que ver se o colchão é macio, se o ar funciona bem, se o chuveiro é bom. Para isso, tens que levar uma mulher para o teste pegar todas as nuances dos serviços e atendimento…

 Fui interrompido por uma sonora gargalhada.

 – Ah, puxa, (risos), nossa, eu não tinha percebido (risos e mais risos que o deixaram mais ofegante ainda), agora que fui entender.

 – Mas o que pensavas que fosse ser testador de motel, vivente?

 Mais gargalhadas.

 – Nossa…eu achei que tivesse que testar a estrutura do prédio, um serviço de engenharia de construções, hahaha, você me fez dar boas risadas, salvou meu dia!

 Ri junto. Ele salvou meu dia também.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »