O oitavo carregador de moringa

21 set • A Vida como ela foiNenhum comentário em O oitavo carregador de moringa

O afiador de facas e tesouras com sua flauta de Pan empurrando sua oficina que se transformava em carrinho num upa sumiu. Aqui e acolá ainda se vê algum, mas são raros. A culpa é dos asiáticos, que jogaram facas e tesouras baratíssimas no mercado, então não valia mais a pena. Outras profissões foram extintas devido à internet e tecnologias novas. Mas algumas extinções não se devem a substitutivos modernosos.

O que sumiu de vez foram algumas autoridades civis e eclesiásticas que compunham as mesas de honra ou de solenidades e inaugurações diversas nas cidades. O cerimonial daqueles tempos contemplava em primeiro lugar a autoridade maior, presidente, governador ou prefeito e presidente dos poderes, o bispo ou arcebispo, no caso de Porto Alegre, o Magnífico Reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), depois o Chefe de Polícia, Comandante da Brigada Militar e, em seguida, autoridades menores, que nem sempre eram citadas.

O Reitor e o Chefe de Polícia, principalmente, sumiram das festividades e inaugurações. Chefe de Polícia, deram-se conta? A Polícia Civil era respeitada e, antes dos fiscais da EOTC e da Brigada Militar, ela abrangia a Guarda de Trânsito, uniformizada. Eram os ratos brancos por causa da cor do quepe.

Mencionar a todos os presentes antes de um discurso era uma monotonia só. Por isso, algumas autoridades pulavam essa parte, limitando-se a senhores e senhoras. O único que eu lembre que citava até o oitavo carregador de moringa do safári era meu amigo governador Germano Rigotto.

Enfim, discurso longo é chato. Mas eu sinto falta da menção ao reitor e do chefe.

Fernando Albrecht é jornalista e atua como editor da página 3 do Jornal do Comércio. Foi comentarista do Jornal Gente, da Rádio Band, editor da página 3 da Zero Hora, repórter policial, editor de economia, editor de Nacional, pauteiro, produtor do primeiro programa de agropecuária da televisão brasileira, o Campo e Lavoura, e do pioneiro no Sul de programa sobre o mercado acionário, o Pregão, na TV Gaúcha, além de incursões na área executiva e publicitário.

FacebookTwitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

« »